São Pedro do Sul | Um retiro para o espírito

Nem sempre férias significa mar ou rio. Nem sempre significa ir para lugares apinhados de pessoas ou ir até lugares desconhecidos. Férias não tem de ser muitos dias longe de tudo, às vezes um fim-de-semana consegue ter o mesmo efeito.

Este fim-de-semana, aproveitando o feriado do 15 de Agosto, rumei com a minha família para São Pedro do Sul, para uns dias de descanso na montanha. Com um familiar com casa lá, aproveitamos a oportunidade para passarmos um fim-de-semana em família de uma forma um pouco diferente.

Sem horários ou obrigações. Apenas a aproveitar o momento, a companhia, o lugar, a paisagem e a piscina. Tentando deixar à distância as preocupações do dia-a-dia e focando-nos apenas em desfrutar daquele momento ao máximo.

A última vez que tinha estado naquele lugar, tinha vivido momentos em família bastante engraçados que ficaram na memória. Um deles foi um jantar no exterior com os guarda-chuvas a abrigar-nos, porque uma chuva inesperada se juntou à refeição.

Recordava-me de me ter apaixonado pelas paisagens e pela quietude do lugar. De conseguir avistar a Serra da Estrela, se o dia não estiver nublado, e muitos outros montes cujo nome desconheço. Revivi a sensação de que realmente o ser humano é mesmo um ser tão pequeno quando comparado com a natureza.

Foi um fim-de-semana sereno, tranquilo e relaxante. Como diria o outro “soube que nem ginja”. Senti que a minha cabeça já estava a precisar assim de um pequeno retiro, depois de todos aqueles meses em layoff. Pelo que aproveitei ao máximo para me dedicar aos mergulhos, a fazer aquilo que me faz bem e deixa feliz e recarreguei as energias para mais uma semana de trabalho.

Organizei ideias e inspirei-me. Soltei gargalhadas sonoras e cultivei-me. Dediquei-me aos mergulhos na piscina e a fazer tricot. Vi programas “super intelectuais” com a minha irmã mais nova até às tantas e acordei com os “primeiros” raios de sol. Admirei a paisagem e refleti sobre a vida. Este fim-de-semana serviu como um retiro para a alma e a alavanca para normalizar a minha essência.

Prefiro mais fins-de-semana como estes do que quinzenas na praia. Estes inspiram-me e ajudam-me a crescer.

E vocês? São adeptos de fins-de-semana inspiradores em lugares incríveis?

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: