Embrulhos de Couve

Se em mais nova me dissessem que um dia estaria, orgulhosamente, a partilhar esta receita com vocês, certamente rir-me-ia muito e tomaria tal previsão como uma piada. Eu abominava todo o tipo de couve ou derivados e fazia as maiores birras se me tentassem obrigar a comer.

Agora, quase duas décadas depois, cá estou eu a partilhar receitas com couves e para agravar, receitas com couves que eu amei fazer e comer! Grave, eu sei, rio-me muito só de pensar como a vida dá tantas voltas.

Desde que entrei para a universidade que o meu ser se tem deixado levar por novas cozinhas e novos paladares. Abracei sabores que pensava abominar, principalmente no que diz respeito aos legumes e agora até parece estranho fazer uma refeição em que estes não entrem de alguma forma.

Esta Margarida mais crescida e com um paladar muito mais sofisticado, aprendeu a gostar de couve e a confecioná-la de várias formas, contudo esta é sem dúvida uma das minhas receitas preferidas – Embrulhos de Couve.

Embrulhos de Couve é nada mais, nada menos, do que uma folha de couve recheada, cozinhada em lume brando, submersa num molho de tomate. Pode-se usar qualquer tipo de couve e de recheio. Se bem que eu recomendo utilizarem couves, cuja folha é mais maleável, caso contrário, vão quebrar ao embrulhar o recheio. O recheio pode conter tudo e mais alguma coisa, mas o meu recheio preferido é o de carne e cogumelos.

Para recreares esta receita em casa vais precisar de :

  • 8 folhas de couve
  • 400 g de carne picada de novilho
  • 1 alho francês
  • 1 chávena de queijo mozzarella ralado
  • 1 lata pequena de cogumelos laminados
  • 500 g de polpa de tomate
  • 3 dentes de alho
  • 1 cebola pequena
  • 1 colher de sopa de molho de soja
  • 1 colher de sopa de açúcar mascavado
  • 1 colher de chá de orégãos
  • 1 colher de sopa de azeite
  • 250 ml de caldo de carne

Estes foram as quantidades que utilizei para 5 pessoas.

Como fazer:

Numa taça mistura-se a carne picada de novilho, o queijo mozzarella ralado, o alho francês previamente picado e os cogumelos. Tempera-se com um pouco de sal e depois, com a ajuda das mãos, formam-se 8 almôndegas e reserva-se.

Depois de as folhas de couve estarem bem lavadas, está na hora de as rechear. Coloca-se uma almôndega no centro da couve e primeiro dobra-se a base da folha da couve sobre a almôndega, de seguida dobra-se as laterais e enrola-se até que fique um belo embrulho de couve. Repete-se o processo até estarem os oito embrulhos prontos. O processo de embrulhar é muito semelhante a embrulhar um wrap de tortilha.

Assim que estiverem os oito embrulhos prontos, dispõe-se todos no fundo de uma panela e reserva-se.

Numa taça, com a ajuda de uma varinha de arames, mistura-se o caldo de carne, a polpa de tomate, o molho de soja, os orégãos, o azeite, o açúcar mascavado, os alhos e a cebola picada. Quando tudo estiver bem envolvido, verte-se o molho sobre os embrulhos de couve de forma a que fiquem submersos.

Cozinha-se os embrulhos em lume médio até que o molho levante fervura, neste ponto coloca-se o testo na panela e deixa-se cozinhar durante 40 minutos no mínimo.

E voilá! Uma receita que à primeira vista parece muito complexa, mas que na verdade é simplesmente deliciosa!

E tu, provavas?

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: