Pizza Machadinni

Ao longo do Estado de Emergência, temos visto novas tendências culinárias surgirem nas redes sociais. Vimos panquecas, brunchs e muito pão caseiro nos nossos feeds e stories do Instagram.

E é normal tal acontecer. Estar preso em casa leva-nos a querer aproveitar o tempo que temos de sobra para nos aventurarmos mais na cozinha e descobrirmos novas receitas.

Eu não sou diferente e ao longo destas últimas semanas, tenho procurado melhorar algumas receitas e descobrir novas. Hoje foi um desses dias. Andava com desejos de experimentar, uma vez mais, fazer pizza em casa.

Digo uma vez mais, porque ao longo dos últimos anos, tenho seguido algumas receitas de pizza que encontrei no Pinterest, ou mesmo no Instagram, e nenhuma saiu exatamente bem. Ou a crosta ficava dura ou ficava muito frágil. Experimentei com base de curgete, com base normal de farinha de trigo e fermento de padeiro, tudo e mais alguma coisa e nenhuma ficava como eu queria.

Hoje, sem receita estudada ou algo que se parecesse, arregacei as mangas e pus mãos à obra. Usei os ingredientes que tinha por casa e ficou simplesmente incrível. Como não encontrava um nome melhor para dar a esta pizza, chamei-lhe de Pizza Machadinni.

A minha irmã mais nova costumava dizer que, se não conseguisse singrar na carreira que escolheu, abriria uma pizzaria, a qual seria a Pizzaria Machadinni. Por isso decidi dar esse mesmo nome a esta pizza.

Para recriares esta receita em casa vais precisar de:

  • 500 g de farinha para pão
  • 300 ml de água
  • 350 g de polpa de tomate
  • 4 salsichas
  • 3 fatias de fiambre
  • 1 lata de cogumelos laminados ou 100 g de cogumelos frescos
  • 1 chávena de queijo mozzarella ralado
  • 2 colheres de sopa de manteiga
  • 2 colheres de chá de alho em pó
  • 1 colher de café + 1 colher de chá de orégãos

Como fazer:

  1. Primeiro, numa taça mistura-se a farinha com a água até que ela se descole da mesma. Amassa-se durante mais uns quinze minutos. Cobre-se a taça com um pano de cozinha limpo e deixa-se a massa repousar durante uma hora.
  2. Entretanto, pode-se preparar a polpa de tomate, misturando-lhe uma colher de café de orégãos. Depois parte-se as fatias de fiambre em pedaços pequeninos, lamina-se as salsichas e os cogumelos, se estes forem frescos.
  3. Depois de a massa da pizza repousar, retira-se o pano e amassa-se a massa numa superfície lisa até alcançar a forma pretendida. Coloca-se sobre o tabuleiro do forno e cobre-se com a polpa de tomate.
  4. Espalha-se sobre a base o fiambre e as salsichas, cobre-se tudo com o queijo, colocam-se então os cogumelos e polvilha-se com uma colher de chá de orégãos.
  5. Numa taça derrete-se a manteiga e mistura-se o alho em pó. Espalha-se a manteiga de alho sobre a pizza e leva-se ao forno, pré-aquecido a 180º, durante aproximadamente 20 minutos.

Nada de muito complexo e o resultado é simplesmente delicioso.

Ótima para animar o espírito neste tempo mais sombrio.

E tu, experimentavas?

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: